PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Credit Suisse sobe projeção para Selic a 12,75% ao fim de 2022 com inflação "altamente preocupante"

O Credit Suisse manteve sua projeção para a alta do IPCA ao final deste ano, em 6,2% - Getty Images/iStockphoto
O Credit Suisse manteve sua projeção para a alta do IPCA ao final deste ano, em 6,2% Imagem: Getty Images/iStockphoto

Da Reuters

23/02/2022 14h27

SÃO PAULO (Reuters) - O Credit Suisse aumentou nesta quarta-feira sua projeção para a taxa básica de juros Selic ao final deste ano a 12,75%, alertando para uma dinâmica inflacionária "altamente preocupante" no Brasil.

Anteriormente, o banco de investimento suíço esperava que os juros básicos --atualmente em 10,75%-- chegariam a 12,25% até o fim de 2022, depois de elevações de 1 ponto percentual em março e 0,5 ponto em maio.

Agora, além dessas duas altas, o Credit Suisse espera uma elevação adicional de 0,5 ponto em junho, o que encerraria o ciclo de aperto monetário iniciado em março do ano passado, que tirou a Selic de uma mínima histórica de 2%.

A revisão do credor privado vem depois da divulgação, mais cedo nesta quarta-feira, da leitura deste mês do IPCA-15, que acelerou a alta a 0,99%, maior variação mensal para fevereiro desde 2016 (+1,42%). Em 12 meses, o índice acumulou salto de 10,76%.

Os resultados ficaram bem acima das expectativas em pesquisa da Reuters de avanços de 0,85% no mês e de 10,60% em 12 meses.

Solange Srour, economista-chefe do Credit Suisse no Brasil, e Lucas Vilela, economista, disseram em relatório que a surpresa para cima no indicador "continua a mostrar uma dinâmica de inflação altamente preocupante no país".

Os dados indicam uma perspectiva de inflação "muito mais desafiadora" do que as projeções atuais do Banco Central, que espera que o IPCA suba 5,4% em 2022 e 3,2% em 2023, o que justifica a elevação da estimativa para a taxa de juros, disseram os especialistas do banco suíço.

O Credit Suisse manteve sua projeção para a alta do IPCA ao final deste ano, em 6,2%.

(Por Luana Maria Benedito)