PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Rússia diz que não exigirá mudança imediata para pagamentos de gás em rublo

30/03/2022 09h37

A Rússia não exigirá imediatamente que os compradores paguem por suas exportações de gás em rublos, disse o Kremlin nesta quarta-feira, prometendo uma mudança gradual e dizendo que a Rússia deve trabalhar em uma ideia para ampliar a lista de suas exportações para exigir pagamento em rublos.

O presidente Vladimir Putin emitiu uma determinação na semana passada para que o gás russo, que responde por 40% das necessidades europeias, seja pago em rublos em vez de dólares ou euros.

Mais cedo nesta quarta-feira, o importante parlamentar russo Vyacheslav Volodin disse que a União Europeia terá que pagar em rublos se quiser gás russo, e que as exportações de petróleo, grãos, metais, fertilizantes, carvão e madeira poderiam ser precificadas da mesma maneira.

O governo, o banco central e a Gazprom devem apresentar propostas para a mudança até quinta-feira..

Mapa Rússia invade a Ucrânia - 26.02.2022 - Arte UOL - Arte UOL
Imagem: Arte UOL

Questionado se os pagamentos devem ser em rublos a partir de quinta-feira, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse: "Absolutamente não".

"Como discutimos antes, pagamentos e entrega são um processo demorado... Isso não significa que a entrega de amanhã deva ser paga (em rublos). Do ponto de vista tecnológico, esse é um processo mais demorado", afirmou.

A ordem de Putin de cobrar de países "hostis" em rublos pelo gás russo impulsionou a moeda russa depois da queda para mínimas históricas quando o Ocidente impôs sanções abrangentes a Moscou por sua invasão da Ucrânia. Os preços do gás na Europa também dispararam.

A demanda russa foi rejeitada por países europeus, que pagam pelo gás russo principalmente em euros e alegam que a Rússia não tem o direito de refazer contratos, e pelo grupo de nações do G7.