PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Nasdaq tem lucro acima do esperado no 1º tri com demanda robusta por produtos de investimentos

20/04/2022 15h03

Por Manya Saini e John McCrank

BENGALURU/NOVA YORK (Reuters) - A Nasdaq superou as estimativas de Wall Street para o lucro do primeiro trimestre, segundo números divulgados nesta quarta-feira, à medida que a forte demanda por produtos relacionados a investimentos compensaram um período de calmaria para as ofertas públicas iniciais de ações (IPOs).

A operadora de uma das bolsas de valores de Nova York procurou diversificar cada vez mais as ofertas de produtos e reposicionar-se como uma empresa líder em tecnologia financeira com uma fatia crescente no setor de software, oferecendo serviços de análise, dados e nuvem.

O mercado de IPOs dos Estados Unidos foi prejudicado no trimestre, já que preocupações com o conflito Ucrânia-Rússia, uma postura agressiva do Federal Reserve e a fraqueza nas ações de tecnologia consideradas de alto crescimento pesaram sob o humor dos investidores.

A Nasdaq sediou 70 IPOs no trimestre, incluindo a maior estreia no mercado este ano, da empresa de private equity TPG, em comparação com 275 um ano antes.

A empresa disse que retornou 556 milhões de dólares aos acionistas no trimestre, incluindo 467 milhões de dólares por meio de recompras de ações ordinárias.

A Nasdaq também busca aprovações regulatórias e de acionistas para um desdobramento de ações na relação 3 para 1, operação espera concluir no terceiro trimestre.

Assim como outras empresas financeiras que sentiram os efeitos das pressões inflacionárias, a Nasdaq reportou um aumento de 9% nas despesas operacionais ajustadas, refletindo custos atrelados a maiores remunerações e benefícios para os funcionários.

A receita no segmento de soluções, que também abriga a tecnologia contra crimes financeiros da companhia e produtos de consultoria ambiental, social e de governança, aumentou 15%, para 576 milhões de dólares.

Excluindo itens extraordinários, a Nasdaq lucrou 1,97 dólar por ação, acima da estimativa média dos analistas de 1,95 dólar por ação, de acordo com dados do IBES, da Refinitiv.

A receita líquida no trimestre expandiu 5%, para 892 milhões de dólares.

(Por Manya Saini, em Bengaluru, e John McCrank, em Nova York)