PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Minério de ferro na bolsa de Dalian tem 1ª queda semanal em 2 meses por problemas de demanda

22/04/2022 08h25

Por Enrico Dela Cruz

(Reuters) - O preço do minério de ferro na bolsa de Dalian fechou em queda nesta sexta-feira, encerrando a semana com a primeira perda semanal em dois meses, já que preocupações com a fraqueza da demanda na China, maior produtora mundial de aço, superaram os riscos de oferta sinalizados pelas maiores mineradoras do mundo.

O contrato de minério de ferro mais negociado para setembro na bolsa de commodities de Dalian caiu 2,4%, para 881 iuanes (136,16 dólares) a tonelada, depois de atingir 876 iuanes no início da sessão, o menor nível desde 14 de abril. No acumulado da semana, o recuo foi de 2,6%.

Na Bolsa de Cingapura, o contrato de minério de ferro mais ativo para maio subiu 0,4%, para 151,80 dólares a tonelada, mas também caminhava para uma perda semanal.

A China prometeu continuar reduzindo a produção de aço este ano, de acordo com sua meta de reduzir as emissões de carbono.

As perspectivas de demanda também foram obscurecidas pelo risco de surtos recorrentes de Covid-19 na China, especialmente nos centros de produção de aço. Vários distritos da cidade de Tangshan foram colocados novamente em isolamento esta semana.

O Grupo BHP alertou sobre a continuidade de uma produção de minério de ferro mais baixa após a produção do primeiro trimestre ficar aquém das estimativas, enquanto a Rio Tinto registrou embarques abaixo do esperado no período e a Vale apresentou queda de 6% na produção.

O vergalhão de aço para construção na Bolsa de Futuros de Xangai caiu 2,4%, enquanto a bobina laminada a quente recuou 2,1%. O aço inoxidável subiu 0,6%.

O carvão metalúrgico de Dalian perdeu 1,1% e o coque caiu 2,5%.