PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Petróleo fecha quase estável; EUA não descartam restrição a exportações

24/05/2022 18h31

Por Stephanie Kelly

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo fecharam quase estáveis ​​nesta terça-feira, após uma sessão volátil, já que as preocupações com a oferta apertada compensaram temores com uma possível recessão e as restrições por Covid-19 na China.

O petróleo Brent subiu 0,14 dólar, fechando em 113,56 dólares o barril. O petróleo nos EUA caiu 0,52 dólar, para 109,77 dólares por barril.

O petróleo disparou este ano, com o Brent atingindo 139 dólares em março, o maior valor desde 2008, depois que a invasão da Ucrânia pela Rússia exacerbou as preocupações com a oferta.

Os preços caíram na terça-feira, depois que a secretária de Energia dos EUA, Jennifer Granholm, disse que o presidente dos EUA, Joe Biden, não descartou adotar restrições à exportação para aliviar a disparada dos preços domésticos dos combustíveis.

"Inicialmente, a suposição é que vai reduzir os preços dos produtos nos Estados Unidos", disse Phil Flynn, analista do Price Futures Group.

Também pesou sobre os preços as preocupações com as ameaças à economia global, um tema principal da reunião de Davos esta semana.

Pequim está intensificando os esforços de quarentena para encerrar seu surto de Covid-19, enquanto o bloqueio de Xangai deve ser suspenso em pouco mais de uma semana.