PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

EXCLUSIVO-Shell negocia com indianos venda de fatia em planta russa de GNL, dizem fontes

26/05/2022 11h44

Por Ron Bousso e Nidhi Verma

LONDRES (Reuters) - A Shell está em negociações com um consórcio de empresas de energia indianas para vender sua participação em uma grande planta de gás natural liquefeito (GNL) na Rússia, país que a empresa britânica abandonou após a invasão da Ucrânia por Moscou, disseram três fontes à Reuters.

O potencial interesse do consórcio na planta russa mostra como a Índia está disposta a investir em ativos de energia e fornecimento de petróleo barato que chegam ao mercado como resultado da saída de empresas ocidentais da Rússia.

A Shell disse em fevereiro que sairia de todas as suas operações russas, incluindo sua participação de 27,5% na planta de GNL Sakhalin-2 no flanco leste da Rússia, em meio a um êxodo de empresas ocidentais do país.

O maior comerciante de gás natural liquefeito do mundo fez uma baixa contábil de 3,9 bilhões de dólares em ativos russos após sua decisão de abandonar o país.

A empresa recentemente entrou em negociações com um grupo de empresas indianas, incluindo ONGC Videsh e Gail, para adquirir a participação, disseram as fontes.

A Shell se recusou a comentar. ONGC, Gail e outras empresas estatais indianas não responderam ao pedido de comentário da Reuters.