PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Ibovespa ensaia 3ª alta consecutiva com apoio de Wall St

19/07/2022 11h56

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa buscava a terceira alta seguida nesta terça-feira, endossado pela trajetória positiva de Wall Street e diante de melhora das ações da Vale antes de dados operacionais.

Às 11:55, o Ibovespa subia 0,64 %, a 97.531,59 pontos. O volume financeiro somava 5,5 bilhões de reais.

Em Nova York, o S&P 500 subia 1,8% com a temporada de balanços corporativos ocupando as atenções do mercado e investidores de olho no impacto do dólar mais forte nas empresas norte-americanas.

Na visão de Wellington Filho, especialista em renda variável da Blue3, a sessão não tem uma agenda macro muito relevante para o mercado brasileiro, que tende a reforçar as atenções aos resultados corporativos do segundo trimestre.

Nesta terça-feira, após o fechamento, a mineradora Vale reporta seus números de produção e vendas, enquanto, na quarta-feira, antes da abertura da bolsa, a Weg abre a temporada de balanços do Ibovespa.

DESTAQUES

- VALE ON tinha alta de 0,2%, revertendo a fraqueza do começo do pregão, quando chegou a cair cerca de 1% contaminada pelo declínio dos futuros do minério de ferro em Dalian, na China, e Cingapura. A mineradora reporta após o fechamento do mercado dados de produção e vendas no segundo trimestre.

- MARFRIG ON subia 6,9%, tendo de pano de fundo relatório de analistas do JPMorgan melhorando suas estimativas para as margens e Ebitda da companhia de alimentos referentes ao segundo trimestre e ao ano de 2022. Ainda assim, a equipe cortou preço-alvo da ação no final de 2023 a 17,50 reais, citando aumento no custo do capital.

- EMBRAER ON avançava 3,7%, após anunciar encomendas adicionais de 20 jatos E195-E2 da Porter Airlines, bem como de oito jatos E175, com opção de compra de mais 13, da Alaska Air, em um total de 2,68 bilhões de dólares. A fabricante de aviões também cortou estimativa para a demanda por viagens aéreas nos próximos 20 anos, e anunciou parceria com a BAE Systems.

- ITAÚ UNIBANCO PN tinha elevação de 2% e BRADESCO PN mostrava acréscimo de 2,2%, reforçando o avanço do Ibovespa.

- GOL PN e AZUL PN valorizavam-se 4,7% e 3,3%, respectivamente, diante do declínio do dólar em relação ao real. O petróleo chegou a cair mais cedo, o que também ajudou as ações do setor, mas a commodity passou a operar próxima da estabilidade.

- MAGAZINE LUIZA ON recuava 2,5%, hesitando após valorização acumulada desde o começo do mês, assim como outras do setor, como AMERICANAS ON, que cedia 0,8%, e VIA ON, que caía 2,2%. Em julho, esses papéis acumulam elevação de 15,4%, 16,5% e 17,7%, respectivamente. No ano, porém, ainda perdem 62,9% 49,4% e 57%.

- PETROBRAS PN tinha acréscimo de 0,5%, em meio a pregão volátil para o petróleo.

(Por Paula Arend Laier; edição de André Romani)