PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Ibovespa tem dificuldade para assegurar 6ª alta com fraqueza Wall St e realização

22/07/2022 11h18

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa encontrava dificuldade para firmar sua sexta alta seguida nesta sexta-feira, sem suporte de Wall Street e com realização de lucros, em sessão de alta de mineradoras e siderurgicas, enquanto IRB Brasil RE despencava após novo prejuízo mensal.

Às 11:09, o Ibovespa caía 0,02%, a 99.015,59 pontos. Na máxima, mais cedo, chegou a 99.607,37 pontos. Na mínima, recuou a 98.921,04 pontos. O volume financeiro somava 3,9 bilhões de reais. Com tal desempenho, o Ibovespa acumula alta de 2,55% na semana.

A equipe de análise técnica do Itaú BBA destacou que o Ibovespa mostra dificuldade em superar a região dos 99 mil pontos e retomar o movimento de recuperação em busca dos 102.300 pontos – patamar que mantém o índice em tendência de baixa.

"Por ora, sugerimos prudência, preferência por ações que estão acima da média móvel 200 e posicionamento de 'stops' para ativos que perderem suportes importantes", afirmaram os analistas em relatório a clientes.

No exterior, Wall Street mostrava tendência de queda, com o S&P 500 caindo 0,3% e o Nasdaq Composite recuando 0,75%, minado pelo resultado trimestral do Twitter.

DESTAQUES

- VALE ON avançava 1,7%, a 69,76 reais, conforme os contratos futuros de minério de ferro subiram na Ásia, com a queda dos estoques de aço na China estimulando as esperanças de que a demanda seja impulsionada pela necessidade de reabastecimento. CSN ON subia 2,4%, a 14,81 reais, capitaneando os ganhos entre as siderúrgicas.

- PETROBRAS PN mostrava acréscimo de 0,1%, a 29,06 reais, após divulgar queda na produção de petróleo no segundo trimestre, em meio a desinvestimentos de ativos e paralisações de trabalho que afetaram a operação da empresa. No mercado de petróleo, o barril do Brent subia 0,4%, a 104,30 dólares.

- IRB BRASIL RE ON caía 6,9%, a 2,03 reais, após reportar prejuízo líquido de 273,1 milhões de reais em maio, o que reforçava a expectativa no mercado de que a resseguradora fará um novo aumento de capital. "Acreditamos que um aumento de capital é iminente, embora ainda não saibamos a que preço", disse o BTG Pactual.[nL1N2Z3110]

- BRF ON subia 1,7%, a 15,62 reais, após a companhia de alimentos obter a reabilitação de fábrica em Kizad, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, para exportação de frango à Arábia Saudita. No setor, MINERVA ON perdia 3%, enquanto MARFRIG ON tinha alta de 0,4% e JBS ON caía 1,75%.