IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

Crescimento econômico da zona do euro é revisado para cima por gastos de famílias e empresas

07/12/2022 08h52

BRUXELAS (Reuters) - O Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro cresceu um pouco mais do que inicialmente estimado, mostraram dados da agência europeia de estatísticas Eurostat nesta quarta-feira, com os gastos das famílias e o investimento empresarial sustentando a economia.

A Eurostat disse que o crescimento do PIB no terceiro trimestre foi de 0,3% nos 19 países da zona do euro no período de julho a setembro em relação ao trimestre anterior, e de 2,3% na comparação anual. Os resultados ficaram acima das estimativas preliminares da agência de 0,2% e 2,1% publicadas em meados de Novembro.

Os gastos das famílias contribuíram com 0,4 ponto percentual ao crescimento da zona do euro, e a formação bruta de capital fixo acrescentou 0,8 ponto. A contribuição dos gastos do governo foi insignificante, enquanto o comércio foi negativo em 1,1 ponto percentual.

O crescimento mais forte, de 2,3%, foi registrado na Irlanda, com Malta e Chipre expandindo 1,3%. As quedas mais acentuadas ocorreram na Estônia, Letônia e Eslovênia.

Os níveis de emprego também aumentaram na zona do euro em 0,3% em relação ao trimestre anterior, o mesmo ritmo do segundo trimestre de 2022.

(Reportagem de Philip Blenkinsop)