IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

Warren Buffett, em carta anual, mantém otimismo e prega paciência

25/02/2023 15h49

Por Jonathan Stempel

(Reuters) - O investidor bilionário Warren Buffett sinalizou neste sábado que não perdeu nada de sua confiança duradoura na economia dos EUA e em sua empresa Berkshire Hathaway Inc. Em sua carta anual aos acionistas da Berkshire, Buffett, de 92 anos, pediu aos investidores que se concentrassem no cenário geral a longo prazo, em vez de uma inflação mais alta e outros fatores que em 2022 amorteceram os preços das ações, embora não os da Berkshire. Ele também pediu aos americanos que não sejam convulsionados por "autocrítica e dúvidas", dizendo que o dinamismo do país beneficiou Berkshire em seus 58 anos à frente da empresa em Omaha, Nebraska, e o fará depois que ele passar as rédeas. "Contamos com a 'American Tailwind' e, embora tenha parado de tempos em tempos, sua força propulsora sempre voltou", escreveu Buffett. "Ainda não vi um momento em que fizesse sentido fazer uma aposta de longo prazo contra a América. E duvido muito que qualquer leitor desta carta tenha uma experiência diferente no futuro." A carta foi acompanhada pelos resultados de fim de ano da Berkshire, que Buffett disse terem refletido um ano "bom" para a Berkshire, apesar das interrupções na cadeia de suprimentos e do aumento da inflação, incluindo um lucro operacional recorde de 30,8 bilhões de dólares.

(Por Jonathan Stempel em Nova York)