IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Wall Street cai após dados econômicos fracos dos EUA alimentarem temores de recessão

04/04/2023 18h04

Por Noel Randewich e Ankika Biswas

(Reuters) - Wall Street caiu nesta terça-feira depois que evidências de desaceleração da economia dos Estados Unidos exacerbaram preocupações de que a campanha do Federal Reserve para conter a inflação, que está na máxima de décadas, pode causar uma recessão profunda.

Os três principais índices recuaram, com o S&P 500 fechando em baixa pela primeira vez em uma semana, depois que dados mostraram que as vagas de emprego nos EUA em fevereiro caíram para o nível mais baixo em quase dois anos, uma indicação de que o mercado de trabalho está em uma desaceleração, enquanto os pedidos às fábricas tiveram uma baixa pelo segundo mês consecutivo.

Dados na segunda-feira também apontaram para o enfraquecimento da atividade manufatureira dos EUA.

As ações dos bancos sofreram um golpe depois que o CEO do JPMorgan Chase, Jaime Dimon, alertou em uma carta a acionistas que a crise bancária dos EUA está em andamento e que seu impacto será sentido por anos.

Bank of America e Wells Fargo perderam mais de 2%, e o setor de bancos do S&P 500 caiu 1,9%.

Dos 11 índices setoriais do S&P 500, sete recuaram, com o de industriais na lanterna, com queda de 2,25%, seguido por uma perda de 1,72% no setor de energia.

O S&P 500 caiu 0,58%, para 4.100,60 pontos. O Nasdaq caiu 0,52%, para 12.126,33 pontos. O Dow Jones caiu 0,59%, para 33.402,38 pontos.