IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

FMI alerta que fragmentação geopolítica pode aumentar riscos à estabilidade financeira

05/04/2023 12h04

Por David Lawder

WASHINGTON (Reuters) - O aumento das tensões geopolíticas e a consequente fragmentação da economia global podem elevar os riscos à estabilidade financeira, reduzindo os investimentos internacionais, os preços dos ativos, os sistemas de pagamento e a capacidade dos bancos de emprestar, disse o Fundo Monetário Internacional nesta quarta-feira.

O FMI há muito alerta para o aumento de custos, atritos econômicos e perdas de produção do PIB associados à fragmentação da economia global em blocos geopolíticos, com democracias lideradas pelos Estados Unidos de um lado e China e outros estados autocráticos do outro. Isso pode levar a sistemas de tecnologia concorrentes e comércio reduzido.

Mas um novo documento de trabalho do FMI destacou o potencial de tensões crescentes que levam a saídas de capital internacional, incluindo investimento direto, de países, com riscos particularmente altos para economias de mercado emergentes e em desenvolvimento.

Esses riscos de estabilidade são impulsionados por canais financeiros, disseram pesquisadores do FMI no documento, preparado para a reunião do FMI e do Banco Mundial na próxima semana como parte do Relatório Global de Estabilidade Financeira.

A estabilidade financeira deve ser um tópico importante nas reuniões após a recente turbulência do sistema bancário, marcada pelos colapsos do Silicon Valley Bank e do Signature Bank nos EUA e pela venda forçada do suíço Credit Suisse ao rival UBS.

Para conter o risco de consequências potencialmente desestabilizadoras de eventos geopolíticos, o FMI disse que os supervisores bancários, reguladores e instituições financeiras devem usar testes de estresse e análises de cenários para entender melhor como as tensões crescentes podem ser transmitidas ao sistema financeiro.