IPCA
0,42 Mar.2024
Topo

Dólar supera R$ 5 em linha com exterior e cautela sobre arcabouço fiscal

Às 9:29 (horário de Brasília), o dólar à vista avançava 0,71%, a R$ 5,012 na venda. - Getty Images
Às 9:29 (horário de Brasília), o dólar à vista avançava 0,71%, a R$ 5,012 na venda. Imagem: Getty Images

Luana Maria Benedito

Em Sâo Paulo

19/04/2023 09h07

O dólar avançava nesta quarta-feira, voltando a superar a marca de 5 reais, acompanhando a valorização da divisa norte-americana no exterior, mas também refletindo cautela de investidores sobre detalhes do arcabouço fiscal enviado na véspera ao Congresso.

Por volta das 11h40 (horário de Brasília), o dólar à vista avançava 1,10%, a R$ 5,030 na venda. Na B3, o Ibovespa caía 1,76%, aos 104.289 pontos, com as ações da Vale também no foco.

A alta do dólar estava em linha com o comportamento do mercado internacional. Nesta manhã, o índice que compara o dólar a uma cesta de seis pares fortes subia 0,40%, em meio ao salto dos rendimentos dos títulos do governo norte-americano.

"As preocupações com a inflação global e o consequente aperto das condições financeiras se sobrepõem à melhora de mercado impulsionada pelos dados mais fortes da economia chinesa no começo da semana", disse o Bradesco em relatório desta quarta.

No Brasil, o governo formalizou na terça a entrega do projeto da nova regra fiscal ao Congresso, em evento no Palácio do Planalto. O texto estabelece que as despesas poderão crescer até 70% do aumento observado nas receitas recorrentes, visando dar sustentabilidade à trajetória da dívida pública, além de definir limites mínimos e máximos para a alta dos gastos.

Por outro lado, levantando preocupações entre investidores, a proposta prevê exceções à regra de gastos, uma lista com mais de dez tipos de desembolsos que não serão contabilizados nos limites anuais, como a capitalização de estatais e gastos em situações de emergência.

"Em linhas gerais, não houve grandes surpresas no texto, mas o destaque ficou para as exclusões de classes de despesas das regras do novo teto de gastos", disse equipe da Guide Investimentos em nota a clientes.

"Dessa forma, o mercado chegou a reagir inicialmente de maneira positiva à apresentação do arcabouço, mas logo devolveu a maior parte dos ganhos."

Agora, investidores ficam atentos à tramitação da regra fiscal no Congresso, com ampla expectativa de que a proposta avance rapidamente, o que é, num geral, visto como positivo para o sentimento do mercado.

Na véspera, o dólar à vista fechou o dia cotado a 4,9766 reais na venda, em alta de 0,78%.