IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Rio Tinto tem embarque recorde de minério de ferro no 1º tri e vê inflação com cautela

19/04/2023 20h52

(Reuters) - A Rio Tinto informou nesta quarta-feira que marcou um salto de mais de 15% nos embarques de minério de ferro do primeiro trimestre, superando as estimativas, uma vez que aumentou a produção em sua mina Gudai-Darri na região de Pilbara, na Austrália Ocidental.

A maior produtora de minério de ferro do mundo embarcou 82,5 milhões de toneladas do ingrediente siderúrgico das operações de Pilbara nos três meses encerrados em 31 de março, um recorde para o trimestre. Isso comparado com 71,5 milhões de toneladas um ano antes.

A mina greenfield Gudai-Darri, de 3,1 bilhões de dólares, da Rio Tinto foi inaugurada em 2022 e deve atingir sua capacidade nominal anual de 43 milhões de toneladas em 2023.

No entanto, a mineradora alertou que a inflação "persistentemente alta" nos EUA e o aperto das condições de crédito devido à potencial crise bancária pesarão sobre a atividade econômica em geral.

O relatório da Rio Tinto vem em meio a uma recuperação nos preços do minério de ferro, que foram auxiliados pela suspensão da política de "Covid zero" na China, principal consumidora de metais, e pelas medidas do país para apoiar o setor imobiliário em dificuldades.

A companhia reafirmou sua previsão de embarques anuais de minério de ferro entre 320 milhões e 335 milhões de toneladas e a estimativa de custo unitário de 21 a 22,5 dólares por tonelada de minério de Pilbara.

A Rio Tinto, no entanto, cortou sua previsão de cobre extraído para uma faixa de 590 mil a 640 mil toneladas, de uma faixa de 650 mil a 710 mil toneladas, devido ao impacto de uma interrupção na correia transportadora na mina Kennecott, no Alasca, e aos desafios geotécnicos com a mina a céu aberto em Mina Escondida, no Chile.

(Reportagem de Himanshi Akhand em Bengaluru)