IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Atividade industrial da China esfria inesperadamente em abril

30/04/2023 13h48

PEQUIM (Reuters) - A atividade industrial da China encolheu de maneira inesperada em abril, mostraram dados oficiais neste domingo, que aumentam a pressão sobre os formuladores de políticas públicas para que recuperem uma economia ainda em retomada pós-Covid, em meio a um cenário de demanda global moderada e setor imobiliário fragilizado.

O índice de gerentes de compras (PMI) industrial caiu de 51,9 em março para 49,2 em abril, segundo dados do Escritório Nacional de Estatísticas da China, abaixo da marca de 50 pontos que separa expansão de contração.

O índice ficou abaixo das expectativas de 51,4 apontadas por economistas em uma pesquisa da Reuters e marcou a primeira contração desde dezembro, quando o PMI industrial oficial estava em 47,0.

A segunda maior economia do mundo cresceu mais rápido do que o esperado no primeiro trimestre graças ao robusto consumo de serviços, mas a produção industrial ficou para trás em meio a um fraco crescimento global.

A desaceleração dos preços e o aumento da poupança bancária estão suscitando dúvidas sobre a demanda.

O Politburo, órgão decisório do Partido Comunista, enfatizou na sexta-feira que restaurar e expandir a demanda é a chave para uma recuperação durável. Ele alertou que a melhora atual é principalmente restauradora "com ímpeto fraco e demanda insuficiente".

"A falta de demanda do mercado e o efeito de rápida recuperação da atividade industrial no primeiro trimestre" estão entre os fatores que levaram à contração em abril, disse Zhao Qinghe, estatístico sênior do Escritório Nacional de Estatísticas.

Os novos pedidos de exportação caíram de 50,4 para 47,6, mostrou o PMI.

(Reportagem de Ellen Zhang, Roxanne Liu and Ryan Woo)