IPCA
0,46 Jun.2024
Topo

Índices europeus recuam por queda em empresas de luxo e sob peso do Julius Baer

23/05/2023 14h22

Por Ankika Biswas e Sruthi Shankar

(Reuters) - As ações europeias caíram nesta terça-feira, pressionadas por perdas em empresas de luxo e dados fracos do banco suíço Julius Baer, enquanto investidores também estavam atentos aos dados econômicos da região e ao impasse do teto da dívida dos Estados Unidos.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 0,60%, a 466,10 pontos, maior queda percentual diária em três semanas.

O subíndice Europe Luxury 10 do STOXX 600 despencou 4,3%, a queda mais acentuada em um único dia desde meados de dezembro, uma vez que investidores realizaram lucro após uma forte busca por ativos do setor em meio a sinais de enfraquecimento da demanda nos EUA.

Enquanto isso, os republicanos na Câmara dos Deputados dos EUA disseram que haviam feito pouco progresso nas negociações com a Casa Branca sobre o aumento do teto da dívida, enquanto enfrentam um risco de inadimplência em até nove dias.

Além disso, dados mostraram que o crescimento empresarial da zona do euro permaneceu resiliente em maio, mas desacelerou um pouco mais do que o esperado, já o setor de serviços do bloco perdeu um pouco de sua força e a retração no setor manufatureiro se aprofundou.

Entre as ações, os papéis do Julius Baer caíram 7,4%, para a lanterna do STOXX 600, depois de o banco relatar entradas de dinheiro nos primeiros quatro meses do ano abaixo do esperado, o que desapontou investidores que esperavam vantagens após os problemas do Credit Suisse.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,10%, a 7.762,95 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,44%, a 16.152,86 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 1,33%, a 7.378,71 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,50%, a 27.174,97 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,41%, a 9.267,00 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,35%, a 6.015,90 pontos.