Petrobras firma novo contrato de gás natural com Comgás no valor de R$56 bi

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras informou em fato relevante nesta terça-feira que fechou novo contrato de gás natural com a Comgás no valor estimado de 56 bilhões de reais.

Ainda segundo a estatal, o contrato -- resultado de uma chamada pública realizada pela Comgás, que possui concessão para distribuição de gás natural no Estado de São Paulo -- tem vigência de janeiro de 2024 até dezembro de 2034.

"As novas contratações mostram que a Petrobras está cumprindo, e bem, o seu papel de suprir gás para os mercados estaduais. Nossa previsão de investimentos próprios nesta área supera 25 bilhões de reais nos próximos anos", disse em nota o presidente da Petrobras, Jean Paul Prates.

O presidente-executivo da Comgás, Antônio Simões, acrescentou que o contrato com a petroleira traz "melhorias em relação às condições atuais, abrindo oportunidades para a tão esperada migração de clientes para o mercado livre de gás".

O anúncio do novo contrato com a Comgás foi feito em meio a negociações da Petrobras com distribuidoras de gás.

Na véspera, a Reuters reportou, com base em fontes com conhecimento do assunto, que a petroleira negociava sete novos contratos de fornecimento de gás natural para os próximos anos, considerando a entrada em operação de projetos que ampliarão a oferta do insumo a partir de 2024 e 2028 e poderão reduzir os preços do energético.

(Reportagem de Patricia Vilas Boas)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes