Conteúdo publicado há 9 meses

Novo PAC é diferente de versões anteriores pois estimula PPPs, diz Rui Costa

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O ministro da Casa Civil, Rui Costa, disse nesta sexta-feira que o Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) é diferente de suas duas versões anteriores pois conta com o estímulo por parte do governo para parcerias público-privadas (PPP), e encorajou empresários a apresentarem projetos no âmbito do programa.

Em discurso na cerimônia de anúncio do lançamento do Novo PAC, no Rio de Janeiro, Costa ainda disse que a terceira versão do programa estimulará a responsabilidade fiscal, social e ambiental, e que é preciso sepultar a ideia de que preocupações com as questões sociais significam irresponsabilidade fiscal.

O governo federal anunciou mais cedo que o Novo PAC terá investimentos de 1,7 trilhão de reais, considerando recursos da União, estatais e setor privado. Do montante total, o governo estima aplicação de mais de 1,3 trilhão de reais até 2026.

(Por Rodrigo Viga Gaier)

Deixe seu comentário

Só para assinantes