Itaú tem sinal verde do Cade para assumir controle da Avenue

SÃO PAULO (Reuters) -O Itaú Unibanco recebeu recomendação favorável da Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para assumir o controle da corretora Avenue, focada em investimentos em mercados internacionais, segundo despacho no Diário Oficial da União desta sexta-feira.

O Itaú Unibanco anunciou em julho do ano passado a aquisição de 35% da Avenue por 493 milhões de reais, e disse que compraria uma fatia adicional de 15,1%, virando controlador da corretora, dentro de dois anos após o fechamento da operação, em valor a ser definido.

No entanto, já no final de agosto deste ano o Itaú pediu ao Cade para que aprovasse a tomada de controle.

Em documento enviado ao Cade, as partes dizem que houve uma revisão do acordo de acionistas, e o Itaú passaria agora a deter o controle.

A Avenue afirmou em nota que o despacho "não representa alteração na estrutura original do acordo de compra, que ainda está em análise pelo Banco Central."

O Itaú não respondeu imediatamente a pedido de comentário.

O Cade já havia autorizado a compra de fatia na Avenue, mas o aval só valia para a aquisição de 35%, não para o controle.

O valor da compra adicional de fatia não está público no processo do Cade.

A recomendação da superintendência se torna aprovação definitiva caso não haja interposição de recursos ou avocação.

Continua após a publicidade

(Por André Romani; edição Paula Arend Laier e Patrícia Vilas Boas)

Deixe seu comentário

Só para assinantes