S&P 500 e Nasdaq sobem após novos dados de emprego nos EUA, rendimentos dos Treasuries recuam

Por Ankika Biswas e Shashwat Chauhan

(Reuters) - O S&P 500 e o Nasdaq subiam nesta quarta-feira, depois que novos dados apontaram para um esfriamento do mercado de trabalho nos Estados Unidos, enquanto um recuo nos rendimentos dos Treasuries em relação a picos de vários anos também ajudava o sentimento dos investidores.

Antes de sair de suas máximas, o rendimento do Treasury de 30 anos ultrapassou 5% pela primeira vez desde agosto de 2007, enquanto as taxas de 10 anos e de cinco anos atingiram o maior valor desde 2007.

As ações de crescimento Microsoft, Amazon.com, Nvidia, Alphabet e Tesla ganharam entre 0,4% e 2,3%.

O relatório de emprego da ADP mostrou abertura de 89.000 vagas de trabalho no setor privado dos EUA em setembro, muito abaixo das 153.000 esperados.

"Essa é mais uma evidência de que o Fed já fez o suficiente e precisa se afastar", disse Thomas Hayes, presidente da Great Hill Capital LLC.

O foco agora se volta para os dados mais abrangentes do governo sobre o emprego fora do setor agrícola, que serão divulgados na sexta-feira.

Nesta quarta-feira, o mercado apontava que as chances de a taxa de juros permanecer inalterada em novembro e dezembro eram de mais de 81% e 64%, respectivamente, de acordo com a ferramenta FedWatch da CME.

Às 11:51 (de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,31%, a 32.900,23 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,14%, a 4.235,25 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite avançava 0,59%, a 13.136,08 pontos.

Deixe seu comentário

Só para assinantes