Rússia continuará corte voluntário nas exportações de petróleo e derivados até o final do ano

MOSCOU (Reuters) - A Rússia continuará o corte voluntário adicional de 300.000 barris por dia de suas exportações de petróleo e produtos petrolíferos até o final de dezembro de 2023, conforme anunciado anteriormente, disse o vice-primeiro-ministro Alexander Novak neste domingo.

A Rússia concordou em realizar dois cortes separados na oferta de petróleo: em abril, decidiu cortar a produção de petróleo em 500.000 barris por dia (bpd) até ao final de 2024, enquanto em agosto disse que reduziria as exportações em 300.000 bpd até ao final deste ano.

“O corte voluntário adicional destina-se a fortalecer as medidas tomadas pelos países da Opep+ para manter a estabilidade e o equilíbrio dos mercados petrolíferos”, disse Novak.

Segundo ele, a Rússia irá considerar no próximo mês se aprofundará os cortes voluntários nas exportações ou aumentará a produção.

A Arábia Saudita continuará com o seu corte voluntário de produção de 1 milhão de barris por dia (bpd) até ao final de Dezembro, disse no domingo uma fonte oficial do Ministério da Energia.

(Reportagem de Olesya Astakhova)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes