Brasil faz acordo com o BID para simplificar importações e aumentar exportações

Por Marcela Ayres

BRASÍLIA (Reuters) - O Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços assinou uma carta de intenções com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) nesta segunda-feira para facilitar importações e impulsionar exportações brasileiras, incluindo produtos da biodiversidade da região amazônica.

A iniciativa principal envolve o apoio do BID à implementação de novos processos de importação sob o chamado Programa Portal Único de Comércio Exterior, com o objetivo de reduzir a burocracia e diminuir os prazos e custos para a administração pública e operadores de comércio internacional, disse o ministério em um comunicado.

O BID ajudará a pasta a implementar a Política Nacional de Cultura Exportadora para aumentar o número de micro, pequenas e médias empresas que vendem produtos no exterior. O governo destacou que menos de 1% das empresas brasileiras são exportadoras.

"O Banco vai colaborar especialmente por meio de iniciativas que permitam aumentar as exportações de produtos da biodiversidade da Amazônia, promovendo um modelo de desenvolvimento inclusivo e sustentável na região", diz o comunicado.

A prioridade é fazer com que mais empresas lideradas por mulheres e Estados participem do comércio exterior, acrescentou.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes