Emissão verde do Tesouro criará benchmark para títulos privados, diz Guardado, do BC

Por Luana Maria Benedito

BRASÍLIA (Reuters) - A diretora de Assuntos Internacionais do Banco Central, Fernanda Guardado, afirmou nesta segunda-feira que a emissão de títulos verdes por parte do Tesouro Nacional será positiva para a criação de uma referência para títulos privados sustentáveis.

"O Tesouro Nacional vai fazer uma emissão de títulos públicos (ligados à sustentabilidade). Acho que isso vai ser uma grande iniciativa, vai ser ótimo para ajudar a criar um 'benchmark' para esse mercado de títulos sustentáveis brasileiros", disse Guardado na live semanal da autarquia.

No início de setembro, o governo lançou um conjunto de regras para a emissão de títulos públicos sustentáveis no mercado internacional, em documento que traça compromissos ambientais e sociais e sistematiza a aplicação dos recursos captados com os papéis. Ainda não há uma definição sobre quando o primeiro lançamento desses papéis de fato irá ocorrer, e a expectativa do Ministério da Fazenda é de que o montante emitido seja superior a 1 bilhão de reais.

Ao comentar a agenda de sustentabilidade do BC, Guardado afirmou nesta segunda-feira que a autoridade monetária tem aumentado gradativamente ao longo dos últimos dois anos a compra de ativos ligados a objetivos sustentáveis para o portfólio de reservas.

"Temos aumentado paulatinamente nos últimos anos a conta de ativos com essas características no portfólio das reservas, sempre, claro, observando as restrições referentes à liquidez... e ao risco que já aplicamos para todos os outros ativos das reservas", disse a diretora.

Segundo ela, o BC está acima do nível médio de sustentabilidade quando comparado a outros bancos centrais, principalmente os de mercados emergentes.

Guardado disse ainda que o Brasil terá a sustentabilidade como uma de suas pautas principais durante a presidência do G20, acrescentando ter "bastante esperança" de que o país conseguirá resultados "muito bons" nesse sentido.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes