B3 suspende selo de Novo Mercado da Americanas

SÃO PAULO (Reuters) - A B3 decidiu suspender o selo de Novo Mercado da Americanas, que está em recuperação judicial e sob investigação por fraude contábil, no primeiro movimento do tipo pela operadora da bolsa, conforme comunicado divulgado nesta quarta-feira.

Com a decisão, a varejista fica impedida de utilizar em suas comunicações o selo do Novo Mercado, uma segmentação de empresas listadas na B3 que apresentam boas práticas de governança corporativa. Esse é o primeiro caso de uma suspensão deste selo pela B3.

A decisão tem efeito dentro de 15 dias, prazo que a B3 dá à Americanas para recorrer, e permanece em vigor até que a empresa cumpra com quatro condicionantes: a divulgação de relatório do comitê independente; demonstrações financeiras sem ressalvas de auditoria; relatório de controles internos; e a atualização de todas as informações financeiras pendentes até o momento.

Além da suspensão do selo, a B3 aplicou multas que totalizam 6,237 milhões de reais a 22 acusados no escândalo da Americanas, que incluem conselheiros, membros do cômite de auditoria e diretores. Eles terão prazo de 15 dias para entrar com recurso.

(Reportagem de Patricia Vilas Boas; )

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes