BC e Fazenda preparam hedge cambial para investimento de longo prazo, diz Campos Neto

Por Rodrigo Campos

NOVA YORK (Reuters) - O Banco Central e o Ministério da Fazenda estão trabalhando para oferecer um mecanismo de hedge cambial voltado a investimentos de longo prazo, disse nesta quinta-feira o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, ressaltando que o objetivo é baratear esse instrumento de seguro.

Falando no evento Reuters NEXT, em Nova York, Campos Neto afirmou que ainda não há uma solução pronta, mas defendeu a criação do mecanismo, que havia sido antecipado à Reuters pelo ministro da Fazenda, Fernando Haddad.

“Basicamente você (empresa) está pagando o diferencial da taxa de juros, e a taxa de juros no Brasil é alta, (...) isso se torna muito caro. O que estamos tentando fazer é como podemos oferecer algum tipo de hedge a uma taxa mais barata”, disse Campos Neto.

“Se custar 8%, 9 %, 10% ao ano para fazer hedge, e seu projeto tiver um retorno de 12%, a maior parte do seu projeto será só para fazer hedge. Então a conversa gira em torno de como podemos fazer isso de uma forma mais barata.”

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes