Ações fecham no maior nível em um mês com arrefecimento da inflação nos EUA

Por Ankika Biswas e Amruta Khandekar

(Reuters) - As ações europeias fecharam em alta e tocaram o maior nível em um mês nesta terça-feira, depois de dados que indicaram o arrefecimento da inflação nos Estados Unidos aumentarem as expectativas de que o Federal Reserve chegou ao fim de seus aumentos na taxa básica de juros e pode começar a flexibilizar a política monetária em breve.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 1,34%, a 452,60 pontos. As ações imobiliárias, que são mais sensíveis aos juros saltaram 7,0% e atingiram seu patamar mais alto desde março.

Dados mostraram que os preços ao consumidor dos EUA subiram 3,2% em outubro, moderando-se em relação ao aumento de 3,7% em setembro e abaixo das expectativas de uma alta de 3,3%. O núcleo da inflação também ficou abaixo das expectativas em uma base mensal e anual.

O Banco Central Europeu é visto mantendo os juros inalterados até o próximo ano, com a maioria dos economistas entrevistados pela Reuters mantendo as previsões de que o primeiro corte terá de esperar até pelo menos julho.

Economistas do Morgan Stanley, entretanto, esperam que o BCE faça seu primeiro corte de 0,25 ponto percentual em junho.

Investidores também digeriram dados preliminares que mostraram uma contração marginal na economia da zona do euro no terceiro trimestre, o que reforçou expectativas de uma recessão técnica se o quarto trimestre for igualmente fraco.

O índice do setor de recursos básicos saltou 3,7%, enquanto a Glencore ganhou 4,5% após concordar em comprar uma participação de 77% no setor de carvão siderúrgico da mineradora canadense Teck Resources por 6,93 bilhões de dólares em dinheiro.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,20%, a 7.440,47 pontos.

Continua após a publicidade

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 1,76%, a 15.614,43 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 1,39%, a 7.185,68 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 1,45%, a 29.344,43 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,71%, a 9.623,30 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,62%, a 6.339,99 pontos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora