Wall St salta após dado apoiar visão de que Fed pode ter encerrado alta de juros

Por Caroline Valetkevitch

NOVA YORK (Reuters) - Os índices S&P 500 e Nasdaq registraram seus maiores ganhos percentuais diários desde 27 de abril nesta terça-feira, conforme dados de inflação mais brandos do que o esperado corroboraram a visão de que o Federal Reserve pode ter terminado de elevar sua taxa de juros.

O índice Russell 2000 de pequena capitalização saltou 5,4% e superou o desempenho do mercado mais amplo, enquanto o setor imobiliário do S&P 500, que é mais sensível aos juros, ganhou 5,3% e o segmento de serviços públicos subiu 3,9%. Todos os três registraram seus maiores aumentos percentuais diários desde 10 de novembro de 2022.

Dados mostraram que os preços ao consumidor dos Estados Unidos ficaram inalterados em outubro, já que os norte-americanos pagaram menos pela gasolina, e o aumento anual do núcleo da inflação foi o menor em dois anos. Nos 12 meses até outubro, o índice de preços ao consumidor subiu 3,2% -- abaixo das estimativas dos economistas -- depois de avançar 3,7% em setembro.

Desde março de 2022, o Fed aumentou sua taxa de juros em 5,25 ponto percentual para combater a inflação alta.

O Dow Jones subiu 1,43%, para 34.827,7 pontos. O S&P 500 ganhou 1,91%, para 4.495,7 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançou 2,37%, para 14.094,38 pontos.

As expectativas de corte dos juros pelo Federal Reserve no próximo ano também mudaram após os dados do dia. Nesta terça-feira, os contratos futuros de juros dos EUA precificaram 65% de chances de um corte nos custos de empréstimos em maio, em comparação com 34% na segunda-feira, de acordo com a ferramenta FedWatch da CME.

((Tradução Redação Brasília)) REUTERS VB AC FDC

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes