Biden sanciona projeto de lei provisório para evitar paralisação do governo dos EUA

SAN FRANCISCO (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, sancionou na quinta-feira um projeto de lei provisório para evitar a paralisação do governo, um dia após a aprovação pelo Senado, informou a Casa Branca.

Biden assinou o documento nos bastidores de um jantar no museu Legion of Honor em San Francisco, onde líderes estão participando da cúpula da Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec).

A votação de 87 a 11 no Senado na quarta-feira marcou o fim do terceiro impasse fiscal deste ano no Congresso dos EUA, com os parlamentares levando Washington à beira da inadimplência de seus mais de 31 trilhões de dólares em dívidas em meados do ano e duas vezes a poucos dias de uma paralisação parcial que teria interrompido o pagamento de cerca de 4 milhões de funcionários federais.

O presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, Mike Johnson, produziu o projeto de lei de financiamento provisório que obteve amplo apoio bipartidário, uma raridade na política moderna dos EUA.

Os democratas disseram que estavam satisfeitos com o fato de o projeto de lei se ater aos níveis de gastos definidos em um acordo de maio com Biden e não incluir cláusulas sobre aborto e outras questões sociais polêmicas.

(Reportagem de Trevor Hunnicutt e Gokul Pisharody)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes