Suzano faz 4º aumento seguido de preço de celulose

SÃO PAULO (Reuters) - A Suzano anunciou nesta sexta-feira elevação no preço da tonelada de celulose vendida na China, Europa e América do Norte a partir de dezembro, no quarto reajuste consecutivo em meio a um cenário de demanda aquecida e redução de estoques na cadeia.

Na China, o preço será elevado em 20 dólares. A empresa não divulgou o valor da tonelada de celulose no país asiático, mas desde setembro, quando o preço estava em 550 dólares, a Suzano anunciou reajustes que somam um total de 100 dólares.

Na Europa e América do Norte, os aumentos foram de 80 dólares, para 1.060 e 1.250 dólares a tonelada, respectivamente, informou a empresa.

A ação da Suzano rondava a estabilidade por volta de 14:55, enquanto o Ibovespa avançava 0,5%.

No final do mês passado, o diretor de celulose da Suzano, Leonardo Grimaldi, afirmou em conferência com analistas que a companhia estava vendo uma entrada de pedidos da China "extremamente saudável", algo que também tem se mostrado válido para este mês.

Enquanto isso, na Europa, o executivo citou na ocasião cenário de recuperação nas vendas de papel, em um sinal de fim do ciclo de desestocagem que pressionou o setor no início do ano.

(Por Alberto Alerigi Jr.; )

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes