Conselho da OpenAI negocia com Altman retorno de ex-CEO à empresa, diz Bloomberg

(Reuters) - Sam Altman e o conselho da OpenAI iniciaram discussões com o objetivo de levar de volta à empresa o ex-presidente-executivo da startup de inteligência artificial, noticiou a Bloomberg News nesta terça-feira, citando fontes familiarizadas com o assunto.

As discussões estão ocorrendo entre Altman e pelo menos um membro do conselho, Adam D'Angelo, e o ex-CEO poderia retornar para um conselho de transição, segundo a reportagem.

A OpenAI não respondeu imediatamente a um pedido de comentário da Reuters.

A empresa de IA por trás do ChatGPT demitiu Altman em um movimento surpreendente na sexta-feira. Logo depois, a Microsoft, que investe na OpenAI, contratou Altman junto a Greg Brockman, outro cofundador da startup.

O presidente-executivo da Microsoft, Satya Nadella, disse em entrevista à emissora CNBC na segunda-feira que estava aberto a funcionários permanecerem na OpenAI ou virem para a fabricante do Windows.

O CEO interino da OpenAI, Emmett Shear, disse a pessoas próximas à empresa que não planeja permanecer se o conselho não puder transmitir claramente o motivo da demissão de Altman, segundo reportagem da Bloomberg.

Além de Adam D'Angelo, da Quora, o conselho de quatro pessoas da OpenAI consistia, até sexta-feira, em Tasha McCauley, Helen Toner e o cientista-chefe da OpenAI, Ilya Sutskever.

(Reportagem de Akash Sriram em Bengaluru)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes