BofA vê risco versus retorno mais favorável e eleva Marfrig para "compra"

(Reuters) - O Bank of America elevou a recomendação das ações da Marfrig para "compra" ante "neutra" e o preço-alvo para 13 reais de 8,50 antes, conforme relatório a clientes, avaliando que a relação risco versus retorno se tornou mais favorável.

A analista Isabella Simonato citou que as ações da companhia nos últimos três meses mostram um desempenho 26% abaixo da performance dos papéis da BRF, empresa na qual detém uma participação de 45%.

"Além disso, em nossa opinião, as ações não refletem a venda de aproximadamente 40% das operações de carne bovina da Marfrig na América do Sul para a Minerva, o que deveria liberar valor significativo", acrescentou.

No mesmo relatório, enviado nesta quarta-feira, Simonato manteve a recomendação "neutra" para Minerva, enquanto o preço-alvo passou de 12 para 9,30 reais; e "underperform" para BRF, com o preço-alvo mudando de 11 para 11,60 reais.

Em Minerva, ela citou riscos associados ao negócio, apesar do desempenho pior das ações em relação às rivais desde agosto. Para BRF, disse não ver potencial de valorização das ações. JBS tem recomendação "neutra", com preço de 26 reais.

Na bolsa paulista, nesta quarta-feira, por volta de 12:30, Marfrig ON avançava 6,76%, a 9 reais, melhor desempenho do Ibovespa, que subia 0,63%.

Minerva ON valorizava-se 2,44%, a 7,13 reais; BRF ON tinha elevação de 1,84%, a 14,42 reais; e JBS ON mostrava acréscimo de 4,18%, a 22,2 reais.

(Por Paula Arend Laier)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes