Petróleo fecha em queda após sessão volátil com adiamento de reunião da Opep+

Por Nicole Jao

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo fecharam em queda de quase 1% após uma sessão volátil nesta quarta-feira, quando os produtores da Opep+ adiaram inesperadamente uma reunião sobre cortes de produção, levantando questões sobre a oferta global de petróleo.

Os futuros do petróleo Brent fecharam em baixa de 0,49 dólar, a 81,96 dólares o barril, depois de cair mais de 4%, para uma mínima de 78,41 dólares, mais cedo.

Os futuros do petróleo West Texas Intermediate dos EUA recuaram 0,67 dólar, a 77,10 dólares, após cederem mais de 5%, para uma mínima da sessão de 73,79 dólares durante o pregão.

A Opep+ adiou reunião originalmente marcada para 26 de novembro para 30 de novembro, em um movimento surpreendente que levou os preços a uma queda acentuada no início do pregão. Esperava-se que o grupo discutisse a possibilidade de expandir os cortes na produção de petróleo.

Os preços se recuperaram após notícias de que um desacordo estaria relacionado com os países africanos, que estão entre os pequenos produtores do grupo, e não com os principais exportadores de petróleo.

Alguns traders também apontaram para a baixa liquidez antes do feriado de Ação de Graças nos EUA.

(Reportagem de Nicole Jao, Paul Carsten, Ahmad Ghaddar, Laura Sanicola e Colleen Howe)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes