Wall St sobe com queda de rendimentos de títulos, operadores avaliam os dados econômicos

Por Amruta Khandekar e Shristi Achar A

(Reuters) - Os principais índices de Wall Street subiam nesta quarta-feira, impulsionados por apostas de que o Federal Reserve chegou ao fim de seus aumentos de juros e por uma queda nos rendimentos dos Treasuries de prazos mais longos, enquanto os investidores avaliavam dados econômicos.

As ações dos Estados Unidos se recuperaram em novembro, com o S&P 500 chegando perto de seu nível mais alto deste ano, já que os sinais de inflação mais branda aumentaram as apostas de que o Fed terminou de aumentar sua taxa de juros.

Entretanto, a ata da última reunião do Fed, na terça-feira, mostrando uma abordagem cautelosa das autoridades em relação à política monetária, pesou sobre o otimismo em relação às perspectivas de um corte no início do próximo ano.

Dados mostraram que o número de norte-americanos que entraram com novos pedidos de auxílio-desemprego caiu mais do que o esperado na semana passada, embora o mercado de trabalho tenha continuado a desacelerar, alimentando as expectativas de um pouso suave, de acordo com analistas. Enquanto isso, os bens duráveis registraram uma queda maior do que a esperada, de 5,4% em outubro.

O rendimento do Treasury referencial de 10 anos caiu para 4,4061%.

Às 12:35 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,39%, a 35.224,16 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,23%, a 4.548,67 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite avançava 0,31%, a 14.244,31 pontos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes