Ações da China terminam em baixa com saída de capital estrangeiro e sentimento fraco

XANGAI (Reuters) - As ações da China fecharam em baixa nesta sexta-feira, com os investidores mantendo uma postura cautelosa em relação à lenta recuperação econômica do país, com fortes saídas de capital estrangeiro prejudicando ainda mais o sentimento de risco.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, fechou com queda de 0,66%, enquanto o índice de Xangai caiu 0,68%. O índice Hang Seng, de Hong Kong, teve baixa de 1,96%.

Na semana, o CSI300 caiu 0,8%, marcando sua pior semana em um mês, enquanto o índice Hang Seng fechou em alta de 0,6%.

Outros mercados asiáticos também caíram nesta sexta-feira, sem a orientação de Wall Street devido a um feriado, enquanto o dólar permanecia em baixa já que os investidores apostam que os aumentos dos juros nos Estados Unidos atingiram o pico.

Investidores estrangeiros venderam um total líquido de 6,2 bilhões de iuanes (859,79 milhões de dólares) em ações chinesas por meio do Stock Connect, a maior saída diária em mais de um mês.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,52%, a 33.625 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 1,96%, a 17.559 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,68%, a 3.040 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,66%, a 3.538 pontos.

Continua após a publicidade

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,73%, a 2.496 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,04%, a 17.287 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,65%, a 3.094 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,17%, a 7.040 pontos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes