Petrobras prevê taxa de retorno positiva mesmo em cenário desafiador

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras apenas aprovará novos projetos com Valor Presente Líquido (VPL) positivo, mesmo nos cenários mais desafiadores, afirmaram diretores da companhia, durante conferência com analistas na noite desta segunda-feira.

A indicação ocorre em momento em que a companhia planeja elevar investimentos que buscam diversificar seu portfólio, apesar de permanecer com foco importante no setor de petróleo e gás.

"Há um compromisso da gestão e da governança da companhia de que os projetos para serem aprovados precisarão apresentar VPL positivo no cenário mais conservador da companhia", disse o diretor executivo Financeiro e de Relacionamento com investidores, Sergio Caetano Leite.

Durante a apresentação, o diretor executivo de Exploração e Produção, Joelson Mendes, afirmou que a companhia considera Taxa Interna de Retorno (TIR) média de 23% para grandes projetos do segmento de E&P com entrada de 2022 em diante, considerando toda sua vida produtiva.

Novos projetos de energia eólica e solar, por sua vez, precisarão de TIR de 8% para cima, segundo apresentação da companhia. Já projetos de refino, transporte e comercialização consideram TIR média de 14%.

(Por Marta Nogueira)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes