BC estabelece novo cálculo de requerimento de capital para risco dos bancos

Por Fabricio de Castro

SÃO PAULO (Reuters) - O Banco Central informou nesta terça-feira que publicou resolução que estabelece novos procedimentos para cálculo do requerimento de capital para o risco de capital (RWAOPAD) dos bancos, que implicarão em aumento da exigência de capital agregada no Sistema Financeiro Nacional de cerca de 34 bilhões de reais, ou 2,6% do Patrimônio de Referência do SFN.

Em nota, o BC informou que a norma entrará em vigor em 1º de janeiro de 2025, mas que será implantada por fases até 2028, o que vai suavizar o impacto no capital requerido.

"O risco operacional é definido como a possibilidade da ocorrência de perdas resultantes de eventos externos ou de falha, deficiência ou inadequação de processos internos, pessoas ou sistemas, e inclui o risco legal", esclareceu o BC na nota.

"O requerimento de capital para o risco operacional representa a segunda maior parcela do capital exigido do Sistema Financeiro Nacional (SFN)."

De acordo com o BC, as mudanças nos procedimentos representam a adoção, no Brasil, das recomendações do Comitê de Basílica para a Supervisão Bancária (BC, na sigla em inglês) para o risco operacional, no âmbito do conjunto de medidas de Basílica II..

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes