Chefe do FMI confirma reunião com presidente eleito da Argentina Milei

NOVA YORK (Reuters) - A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional, Kristalina Georgieva, disse que se reunirá ainda nesta terça-feira com o presidente eleito da Argentina, Javier Milei.

Georgieva confirmou a reunião ao entrar no prédio do FMI em Washington. Ela não informou o horário do encontro.

A reunião acontece depois de um encontro virtual na última sexta-feira, que Georgieva chamou de "engajamento muito construtivo, discussão muito séria".

O libertário Milei também se reunirá com um importante assessor de segurança do presidente dos EUA, Joe Biden, em Washington, um dia depois de um almoço com o ex-presidente dos EUA, Bill Clinton, em Nova York.

A Argentina é o maior devedor do FMI, com uma dívida de cerca de 44 bilhões de dólares.

(Reportagem de Jason Lange em Washington)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes