JPMorgan diz que banco britânico Chase pode atingir ponto de equilíbrio em 2025

Por Nupur Anand

NOVA YORK (Reuters) - O diretor de operações do JPMorgan Chase, Daniel Pinto, afirmou que espera que o Chase UK, banco de varejo do grupo para consumidores no Reino Unido, alcance o ponto de equilíbrio nos próximos 12 a 18 meses.

"Adquirimos cerca de dois milhões de clientes" no Reino Unido, disse Pinto em uma conferência do Financial Times nesta terça-feira. "Uma grande porcentagem deles está bastante envolvida, e temos quase 20 bilhões de dólares em depósitos."

O maior banco dos Estados Unidos abriu o banco digital no Reino Unido em 2021, sua primeira incursão no setor internacional de varejo.

O Chase UK está indo melhor do que o esperado, disse Pinto, e a empresa planeja expandir para outros mercados globais de consumo ao longo do tempo.

O banco digital brasileiro C6, no qual o JPMorgan tem uma participação de 46%, deve atingir o equilíbrio "muito em breve", acrescentou o executivo.

"Não tomamos nenhuma decisão sobre ter uma participação maior ou não", disse. O banco aumentou sua participação no C6 em 6% em agosto de 2023.

O C6 registrou um prejuízo de 2,2 bilhões de reais em 2022, à medida que aumentava as provisões para perdas de crédito.

Nos EUA, Pinto disse que a proposta chamada "Basel endgame", que exige que os bancos reservem mais capital, pode prejudicar os mercados de capitais e levar a uma volatilidade mais extrema.

Continua após a publicidade

O presidente-executivo do JPMorgan, Jamie Dimon, também criticou as regras propostas, dizendo que elas restringiriam a concessão de empréstimos para empresas e tornariam os bancos norte-americanos menos competitivos.

(Reportagem de Nupur Anand, em Nova York)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes