Mudanças na política monetária devem ser feitas sem solavancos, diz Teixeira, indicado ao BC

BRASÍLIA (Reuters) - Mudanças na política macroeconômica, especialmente na política monetária, precisam ser feitas com serenidade e transparência, sem solavancos, disse nesta terça-feira Rodrigo Teixeira, indicado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva à diretoria de Relacionamento, Cidadania e Supervisão de Conduta do Banco Central.

Falando em sabatina na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, Teixeira também afirmou que o diálogo entre o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, é uma demonstração de que toda a sociedade pode ganhar com a coordenação fiscal e monetária.

(Por Bernardo Caram)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes