Shein entra com pedido de IPO nos EUA em grande teste do apetite dos investidores, dizem fontes

Por Kane Wu e Anirban Sen

(Reuters) - A empresa de moda Shein entrou com pedido confidencial de abertura de capital nos Estados Unidos, de acordo com duas fontes familiarizadas com o assunto, no que provavelmente será uma das mais valiosas empresas fundadas na China a ser listada em Nova York.

Goldman Sachs, JPMorgan Chase e Morgan Stanley foram contratados como subscritores principais da oferta pública inicial de ações(IPO), e a Shein, sediada em Cingapura, pode lançar a operação em algum momento de 2024, disseram as fontes.

A Shein ainda não determinou o tamanho do negócio ou a avaliação no IPO, segundo as fontes. A Bloomberg informou neste mês que a Shein pretendia atingir até 90 bilhões de dólares na oferta de ações.

A Shein e os bancos não quiseram comentar.

A empresa fundada na China continental em 2012 foi avaliada em mais de 60 bilhões de dólares em uma captação de fundos em maio, uma queda de um terço em relação a uma rodada de financiamento no ano passado.

A empresa mais valiosa fundada na China a abrir capital nos Estados Unidos até agora foi a estreia da gigante de carona Didi Global em 2021, com uma avaliação de 68 bilhões de dólares.

A decisão da gigante de moda de abrir seu capital nos EUA ocorre em um momento em que o mercado de ofertas públicas iniciais está com dificuldades para se recuperar após uma série de estreias sem brilho no mercado de ações.

Nos últimos meses, houve quatro grandes IPOs, e três deles decepcionaram os investidores.

Continua após a publicidade

As ações da Birkenstock, fabricante alemã de sandálias, do aplicativo de entrega de supermercado Instacart e da fabricante de chips Arm Holdings caíram abaixo de seus preços de IPO nos dias seguintes às estreias, embora as ações da Arm estejam agora sendo negociadas acima desse preço.

"Não me parece o momento mais oportuno para a Shein abrir o capital, mas se eles precisarem de capital, os mercados estão abertos (...) e o sentimento dos investidores tem sido mais positivo do que há algumas semanas", disse Jason Benowitz, gerente sênior de portfólio da CI Roosevelt.

"Quando os investidores puderem analisar os dados financeiros, eu esperaria ver um crescimento bastante forte historicamente... a principal questão será se eles conseguirão manter o ritmo ou continuar a ganhar participação de mercado no futuro", afirmou ele.

Os IPOs dos EUA levantaram cerca de 23,64 bilhões de dólares até agora este ano, em comparação com 21,3 bilhões de dólares durante o mesmo período do ano passado.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes