Minério de ferro registra 4º ganho mensal em Dalian com esperança de estímulos imobiliários

CINGAPURA (Reuters) - Os contratos futuros de minério de ferro na bolsa de Dalian subiram nesta quinta-feira, depois de caírem por cinco sessões consecutivas, ajudados pelo otimismo do mercado de que os esforços de estímulo de Pequim revitalizariam o setor imobiliário em dificuldades.

O minério de ferro mais negociado para janeiro na Bolsa de Mercadorias de Dalian na China subiu 1,4%, para 956,5 iuanes (134,15 dólares) por tonelada no fechamento.

Este mês, o contrato de referência ganhou 6,63%, registrando seu quarto mês consecutivo de ganhos.

Na Bolsa de Cingapura, o minério de ferro de referência para janeiro teve alta de 0,9%, a 129,65 dólares por tonelada.

O Centro de Monitoramento de Preços da Comissão de Desenvolvimento e Reforma da China aumentou a supervisão para manter um mercado de minério de ferro saudável e controlar a alta dos preços, o que os analistas chamam de "intervenções frequentes e vigorosas".

Apesar do sucesso na gestão dos preços nas cinco sessões anteriores, os preços agora estão se recuperando.

O otimismo em relação ao minério de ferro pode aumentar ainda mais se Pequim implementar mais reformas estruturais. A demanda da China por aço para veículos elétricos e infraestrutura verde já manteve os preços médios altos, apesar da queda no setor imobiliário.

As ações de incorporadoras imobiliárias vêm mostrando uma recuperação espetacular. No mês de novembro, tanto as ações da Country Garden de Hong Kong quanto as da Evergrande subiram.

A atividade industrial da China encolheu pelo segundo mês consecutivo em novembro e em um ritmo mais rápido, sugerindo que mais estímulos seriam necessários para sustentar o crescimento econômico e restaurar a confiança de que as autoridades são capazes de apoiar habilmente a indústria.

Continua após a publicidade

(Reportagem de Ashley Fang)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes