Minério de ferro fecha semana com perda em Dalian em meio à vigilância de preços

CINGAPURA (Reuters) - Os contratos futuros de minério de ferro na bolsa de Dalian registraram sua primeira perda semanal em sete semanas, uma vez que Pequim continuou a intervir no mercado para regular os preços, embora o contrato tenha registrado ganhos nesta sexta-feira devido aos dados otimistas das fábricas.

O minério de ferro mais negociado para janeiro na Bolsa de Mercadorias de Dalian na China subiu 2%, a 975,5 iuanes (136,55 dólares) por tonelada no fechamento.

Esta semana, os preços do minério de ferro em Dalian perderam 0,12%.

Na Bolsa de Cingapura, o minério de ferro de referência para janeiro subiu 0,9%, a 129,58 dólares a tonelada.

O contrato de referência caiu 2,1% esta semana, sua primeira perda após cinco ganhos semanais consecutivos.

A cautela aumentou depois que a China, maior consumidora de minério do mundo, emitiu avisos sobre o aumento da supervisão do mercado para conter a alta dos preços.

A Bolsa de Mercadorias de Dalian disse na quinta-feira que continuará a fortalecer sua supervisão dos futuros de minério de ferro e a manter resolutamente a operação segura e estável do mercado.

Apesar do sucesso inicial na gestão de preços, os preços estão atualmente se recuperando.

Para elevar o sentimento, a atividade fabril da China registrou uma expansão inesperada em novembro, impulsionada pelo aumento dos pedidos, segundo uma pesquisa privada divulgada na sexta-feira. Entretanto, a fraca demanda externa continua a pesar sobre os fabricantes.

Continua após a publicidade

O otimismo em relação ao minério de ferro poderá se expandir se Pequim implementar mais reformas estruturais. A demanda da China por aço para veículos elétricos e infraestrutura verde já manteve os preços médios altos, apesar da queda no setor imobiliário.

(Reportagem de Ashley Fang)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes