Bitcoin sobe acima de US$42 mil pela 1ª vez desde abril de 2022

Por Tom Wilson e Tom Westbrook

LONDRES/CINGAPURA/NOVA YORK (Reuters) - O bitcoin subiu nesta segunda-feira, ultrapassando brevemente os 42 mil dólares e atinginfo a maior patamar em 20 meses, em uma nova onda de impulso alimentada pela possibilidade de cortes nas taxas de juros dos Estados Unidos e apostas de que o país vai aprovar em breve negociação de  fundos de bitcoin à vista em bolsa.

A maior criptomoeda do mundo subiu até 42.162 dólares nesta segunda-feira, seu valor mais alto desde abril de 2022, aparentemente se livrando do desânimo que se instalou nos mercados de criptomoedas após o colapso da FTX e outros fracassos de empresas vinculadas a moedas digitais no ano passado. 

Os ganhos do bitcoin elevaram as ações de empresas relacionadas a criptomoedas, bem como os fundos negociados em bolsa (ETFs) listados nos Estados Unidos.

As ações da Coinbase saltaram 6,5% e a Microstrategy ganhou quase 6%, enquanto as mineradoras de bitcoin, como Riot Platforms, Marathon Digital e CleanSpark subiram entre 8% e 11%. Na semana passada, a Microstrategy divulgou que comprou mais 593 milhões de dolares em bitcoins em novembro.

A "ascensão notável" do Bitcoin pode ser atribuída a uma "confluência de fatores" que estão impulsionando a confiança dos investidores, escreveu Luuk Strijers, diretor comercial da bolsa de derivativos de criptomoedas Deribit.

Esses fatores incluem o otimismo generalizado de que o órgão regulador de valores mobiliários dos EUA poderá aprovar em breve um ETF de bitcoin à vista, o que abriria o mercado de bitcoin para milhões de investidores; redução da inflação, que levaria os bancos centrais a começarem a flexibilizar as taxas de juros, tornando os ativos mais arriscados mais atraentes; e o aumento constante do envolvimento institucional.

O bitcoin acumula alta de mais de 150% até agora neste ano.

Relatórios de outubro informando que a Comissão de Valores Mobiliários (SEC) dos EUA não recorreria de uma decisão judicial que concluiu que a agência estava errada ao rejeitar um pedido de ETF de bitcoin à vista também impulsionaram as apostas de que uma eventual aprovação está próxima.

Continua após a publicidade

Um ETF de bitcoin à vista pode permitir que investidores anteriormente cautelosos tenham acesso a criptomoedas por meio do mercado de ações rigidamente regulamentado, dando início a uma nova onda de capital no setor.

O ether, a moeda ligada à rede blockchain Ethereum, também subia na segunda-feira, atingindo 2.274 dólares.

Tanto o bitcoin quanto o ether permanecem muito abaixo de seus recordes, atingidos em 2021, de 69 mil e 4.868 dólares, respectivamente.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes