Energia solar deve crescer 9,3 GW no Brasil em 2024, alta de 26% ante 2023, prevê Absolar

SÃO PAULO (Reuters) - A capacidade instalada de geração de energia solar deve crescer 9,3 gigawatts (GW) no Brasil em 2024, um aumento de 26% em relação à potência atual, alcançando mais de 45,5 GW ao final do próximo ano, estimou nesta terça-feira a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar).

Segundo as projeções da entidade, as usinas solares de pequeno porte classificadas como "geração distribuída", modalidade na qual o consumidor gera sua própria energia, deverão corresponder pela maior parte do crescimento projetado.

A geração distribuída deverá alcançar 31 GW em 2024, ante os 25,1 GW atuais, somando quase 70% da potência total da fonte no Brasil. Já as grandes usinas solares enquadradas como "geração centralizada" devem somar 14,4 GW ao final do próximo ano, um crescimento de cerca de 3,3 GW frente à capacidade atual.

A Absolar prevê que novos investimentos no setor fotovoltaico poderão ultrapassar a cifra de 38,9 bilhões de reais em 2024.

(Por Letícia Fucuchima)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes