Dólar cai frente ao real com foco em dados de emprego dos EUA

Por Luana Maria Benedito

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar caía frente ao real nesta quarta-feira, com investidores digerindo dados de emprego no setor privado dos Estados Unidos que podem direcionar as expectativas em relação à política monetária do Federal Reserve antes de um importante relatório de criação de vagas do governo.

Às 10:52 (horário de Brasília), o dólar à vista recuava 0,36%, a 4,9078 reais na venda.

Na B3, às 10:52 (horário de Brasília), o contrato de dólar futuro de primeiro vencimento caía 0,53%, a 4,9165 reais.

Investidores digeriam a publicação do relatório de emprego no setor privado da ADP, que precede o dado do governo mais abrangente de criação de vagas de sexta-feira. A criação de vagas de trabalho no setor privado dos Estados Unidos ficou abaixo do esperado em novembro, com o mercado de trabalho esfriando gradualmente, mostrou a leitura desta manhã.

Os dados oferecem uma visão mais moderada da saúde do mercado de trabalho dos EUA, que é acompanhada de perto pelas autoridades do Federal Reserve.

Os dados fracos tendem a reforçar apostas num Fed mais brando em sua reunião de política monetária da semana que vem, mas investidores alertavam que o relatório da ADP não é um previsor muito fiel dos dados mais abrangentes do governo. Desta forma, ainda podem vir surpresas para cima na leitura de sexta-feira, que provavelmente reverteriam o recente otimismo do mercado global.

A perspectiva de juros mais baixos nos Estados Unidos costuma levar a um redirecionamento de recursos para países mais rentáveis, ainda que mais arriscados, como o Brasil. Por outro lado, quaisquer indícios de uma política monetária mais rígida por lá tendem a impulsionar o dólar globalmente.

Segundo o chefe de câmbio da Trace Finance, Evandro Caciano, o mercado de câmbio pode ser influenciado nos próximos dias por movimentos de realização de lucros por parte de agentes estrangeiros. Em novembro, o dólar caiu quase 2,5% frente ao real, em linha com o enfraquecimento dos rendimentos dos Treasuries no período.

Continua após a publicidade

Ao mesmo tempo, vários operadores alertavam para uma demanda sazonal pela divisa norte-americana à medida que o final do ano se aproxima e as empresas brasileiras se preparam para enviar remessas de dinheiro ao exterior.

O dólar à vista fechou a última sessão cotado a 4,9255 reais na venda, em baixa de 0,46%.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes