Trafigura informa provisão de US$127 mi para Brasil e multa do Departamento de Justiça dos EUA

Por Julia Payne

BRUXELAS (Reuters) - A trader global de commodities Trafigura informou nesta quarta-feira o provisionamento de 127 milhões de dólares para cobrir uma possível multa do Departamento de Justiça dos EUA (DOJ) para encerrar uma investigação sobre "pagamentos indevidos" feitos pela empresa no Brasil há cerca de uma década.

A empresa sediada em Genebra também enfrenta acusações na Suíça por alegado suborno em Angola.

"A empresa entende que as investigações (DOJ) decorrem em parte de declarações feitas por Mariano Marcondes Ferraz, um ex-funcionário da Trafigura, como parte de um acordo de confissão após sua condenação no Brasil", disse a Trafigura, em comunicado.

A Procuradoria-Geral da Suíça (OAG) informou nesta quarta-feira que apresentou uma acusação no Tribunal Penal Federal contra a Trafigura por não ter evitado alegados pagamentos ilegais através de terceiros a um antigo funcionário da companhia petrolífera estatal angolana Sonangol entre 2009- 2011.

A empresa afirmou em comunicado que acusou o ex-diretor de operações da Trafigura, Mike Wainwright.

A Trafigura disse que se defenderia em tribunal e que Wainwright rejeitou as acusações e também se defenderia.

(Reportagem de Julia Payne em Bruxelas e Natalie Grover em Londres)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes