Americanas desliga mais de 5.500 funcionários em uma semana

SÃO PAULO (Reuters) -A Americanas, em recuperação judicial, desligou 5.526 funcionários na semana de 27 de novembro a 3 de dezembro, encerrando o período com um total de 33.861 trabalhadores, conforme documento regulatório divulgado nesta quinta-feira.

A varejista destacou que as dispensas incluem desligamentos voluntários (306 registros) e 4.876 términos de contratos temporários. Na outra ponta, admitiu 359 funcionários.

Mais tarde, em nota, a Americanas afirmou que 88% dos desligamentos eram referentes a demissões de funcionários contratados temporariamente para o período promocional da Black Friday.

No documento regulatório, a empresa reforçou a sazonalidade de seu quadro de funcionários em função das oscilações do mercado de varejo, com picos em épocas comemorativas, como Páscoa, Black Friday e Natal, e disse que o número absoluto de desligamentos ficou em linha com períodos anteriores à recuperação judicial.

Para o Natal, a Americanas anunciou nesta semana a abertura de 7 mil vagas em funções temporárias para reforçar sua operação no período de festividades.

(Reportagem de Patricia Vilas BoasEdição de Paula Arend Laier)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes