Minério de ferro sobe quase 4% em Dalian em meio a números positivos de exportação

CINGAPURA (Reuters) - Os contratos futuros de minério de ferro tiveram ganhos nesta quinta-feira, com os agentes do mercado reagindo aos números otimistas de exportação da China e a notícias positivas dos principais produtores do minério.

O minério de ferro para maio mais negociado na Dalian Commodity Exchange (DCE) da China subiu 3,9%, para 941 iuanes (131,46 dólares) por tonelada no fechamento.

Na Bolsa de Cingapura, o minério de ferro de referência de janeiro subiu 1,8%, para 131,65 dólares a tonelada.

As quedas nas exportações da China devem ter diminuído em novembro, segundo pesquisa da Reuters na quarta-feira, em meio a sinais de que as fábricas podem estar se recuperando após uma queda na demanda.

As importações de minério de ferro da China em novembro subiram 3,4% em relação a outubro, mostraram dados da alfândega nesta quinta-feira, uma vez que a melhora nas margens das usinas siderúrgicas e a recuperação do iuan sustentaram a compra do principal ingrediente da fabricação de aço.

A mineradora brasileira Vale, uma das maiores produtoras de minério de ferro do mundo, manteve sua meta de produção pelo segundo ano consecutivo, e conta com uma demanda chinesa mais forte do que o esperado.

A Rio Tinto anunciou na quarta-feira a antecipação em um ano do início da produção de seu gigantesco projeto de minério de ferro Simandou, o que acrescentará cerca de 5% ao fornecimento marítimo global.

"A projeção de produção estável dos principais produtores continuaria a apoiar a alta dos preços das matérias-primas também no próximo ano, dadas as expectativas de recuperação da demanda downstream", disseram os analistas do ING em um relatório.

(Reportagem de Ashley Fang)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes