Minério de ferro sobe com fortes dados de exportação da China e esperanças de estímulo

CINGAPURA (Reuters) - Os contratos futuros de minério de ferro registraram ganhos nesta sexta-feira, impulsionados por uma série de fatores, como dados robustos de exportação da China, principal mercado consumidor do minério, especulações de estímulo econômico e demanda persistentemente positiva.

O minério de ferro mais negociado para maio na Bolsa de Mercadorias de Dalian na China fechou em alta de 2,4%, a 958,5 iuanes (133,86 dólares) por tonelada.

O contrato de referência avançou 3,8% esta semana, marcando sua melhor semana em cinco.

Na Bolsa de Cingapura, o minério de ferro de referência de janeiro subiu 0,9%, a 133,9 dólares por tonelada.

As exportações da China cresceram pela primeira vez em seis meses em novembro, sugerindo que as fábricas da segunda maior economia do mundo estão atraindo compradores por meio de preços com desconto para superar uma queda prolongada na demanda.

As importações de minério de ferro do país no mês passado aumentaram 3,4% em relação aos níveis de outubro, segundo dados da alfândega divulgados na quinta-feira.

O mercado acionário da China subiu nesta sexta-feira, com os investidores aguardando pistas das próximas reuniões de política econômica. Há conversas sobre medidas de estímulo para impulsionar ainda mais a economia.

A mineradora brasileira Vale, uma das maiores produtoras de minério de ferro do mundo, manteve sua meta de produção pelo segundo ano consecutivo, já que conta com uma demanda chinesa mais forte do que o esperado.

A Rio Tinto anunciou nesta semana a antecipação em um ano do início da produção de seu gigantesco projeto de minério de ferro Simandou, o que acrescentará cerca de 5% ao suprimento marítimo global.

Continua após a publicidade

"A previsão de produção estável dos principais produtores continuaria a apoiar a alta dos preços das matérias-primas também no próximo ano, dadas as expectativas de recuperação da demanda downstream", disseram os analistas do ING em um relatório na quarta-feira.

(Reportagem de Ashley Fang)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes