Wall Street sobe conforme investidores avaliam dados de emprego

Por Amruta Khandekar e Shristi Achar A

(Reuters) - Wall Street recuperava perdas de mais cedo nesta sexta-feira, depois que dados de emprego indicando um mercado de trabalho resiliente nos EUA alimentaram o otimismo sobre uma aterrissagem suave para a economia, com uma alta da confiança do consumidor também contribuindo para o clima positivo.

Relatório do Departamento do Trabalho mostrou que a folha de pagamento não agrícola acrescentou 199.000 vagas de trabalho no mês passado, ante expectativa de economistas de um aumento de 180.000.

A taxa de desemprego caiu para 3,7%, enquanto os ganhos médios subiram 0,4% em uma base mensal, em comparação com as previsões de crescimento de 0,3%.

Após o relatório, os investidores reduziram apostas de que o Federal Reserve cortará as taxas de juros em março, mas ainda estão precificando a probabilidade de que o banco central tenha terminado de aumentar as taxas.

"Não observamos um aumento desproporcional nos ganhos médios por hora, que é a parte da inflação desse relatório. Vimos um número significativo de empregos sendo criados", disse Art Hogan, estrategista-chefe de mercado da B Riley Wealth, em Nova York.

"Essa é a definição de uma aterrissagem suave, em que a inflação está indo na direção certa e não matamos o mercado de trabalho."

Também contribuíam para o otimismo dados mostrando que a confiança do consumidor dos EUA aumentou muito mais do que o esperado em dezembro, interrompendo quatro meses consecutivos de quedas.

Às 13:10 (de Brasília), o índice S&P 500 ganhava 0,18%, a 4.594,01 pontos, enquanto o Dow Jones subia 0,19%, a 36.187,72 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite avançava 0,35%, a 14.390,54 pontos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes